A RELIGIÃO COMO EXPRESSÃO LEGÍTIMA DA ESSÊNCIA HUMANA EM LUDWIG FEUERBACH

João Batista Mulato Santos

Resumo


O presente artigo tem como meta demonstrar como o cristianismo expressa a essência humana através de seus símbolos sagrados. Serão destacados dois momentos distintos em A Essência do Cristianismo (1841) de Ludwig Feuerbach (1804-1872). O primeiro é marcado com o que há de positivo na religião e o segundo com o que há de negativo. Inicialmente será exposto o que a religião cristã expressa de verdadeiro, isto é, o desvelamento antropológico. Em seguida será demonstrado como o cristianismo aliena o homem de sua própria essência. Assim, concluir-se-á com a proposta ética esboçada por Feuerbach a partir da negação da religião.


Palavras-chave


Feuerbach. Essência Genérica; Religião; Cristianismo; Homem;

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Universidade Estadual do Ceará - UECE

Centro de Humanidades - CH

Curso de Graduação em Filosofia                                   

Occursus - Revista de Filosofia

ISSN: 2526-3676


APOIO: