A FUNDAMENTAÇÃO DA POLÍTICA EM BENEDICTUS DE SPINOZA

Samuel Girão Fonteles, Carlos Wagner Benevides Gomes

Resumo


O filósofo holandês Benedictus de Spinoza pensou o campo político a partir de uma ontologia e uma teoria da imanência, ou seja, uma realidade onde impera as paixões e não o uso exclusivo da razão, o que seria utópico e pouco realista para descrever a natureza humana na sociedade. Este artigo tem como objetivo, a partir de uma leitura da obra maior do pensador holandês, Ética, pensando também suas obras políticas como Tratado Teológico-Político e Tratado Político, explicitar a fundamentação da política a partir da teoria ética spinozana. Conclui-se, com isso, que demonstraremos como a ontologia e a ética são fundamentais para a construção da teoria política de Spinoza.


Palavras-chave


Spinoza, Ontologia, Ética, Política.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Universidade Estadual do Ceará - UECE

Centro de Humanidades - CH

Curso de Graduação em Filosofia                                   

Occursus - Revista de Filosofia

ISSN: 2526-3676

Qualis B3


APOIO: