HÁ FILOSOFIA CONTEMPORÂNEA NO BRASIL?

Rômulo Thomé Albertim Oliveira

Resumo


As questões acerca do que seria a filosofia em nosso tempo tem sido um dos maiores problemas da atualidade. Entender o que é o pensamento contemporâneo estando preso à contemporaneidade é naturalmente embaraçoso, uma vez que estamos imersos nos valores e vivências do tempo presente. Além dos enigmas do que seria uma filosofia contemporânea, de forma ampla e generalizada, ainda se almeja um propósito ambicioso, que é a tarefa de tentar aproximar o que quer que seja um modelo de pensar na atualidade ou os problemas da filosofia na atualidade com o contexto cultural, político e filosófico do Brasil. Seria esta uma aproximação possível à filosofia? Submeteria este trabalho ao plano social e não filosófico? As produções filosóficas da contemporaneidade abarcam a pluralidade que existe ao redor do globo? É possível pensar o contexto brasileiro como propício para a produção de uma filosofia propriamente brasileira? Há uma finitude de enunciações que estão envoltas nesta empreitada, e por isso cabe a nós fazer aqui, traçar um determinado percurso, se é que isto é possível, ressaltando alguns aspectos de produções filosóficas que se propõem a pensar o contemporâneo, o tempo histórico, o Brasil e a filosofia no Brasil, de modo a tentar elaborar uma potencial resposta ao título deste presente trabalho.


Palavras-chave


Filosofia contemporânea; Tempo histórico e a contemporaneidade; Filosofia e cultura brasileira;

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.