LANÇAMENTO volume 7, n° 14, janeiro-abril de 2019

tiket kereta toko bagus berita bolaterkini anton nb Aneka Kreasi Resep Masakan Indonesia resep masakan menghilangkan jerawat puncak pass resort recepten berita terkini game online hp dijual

É com enorme alegria e satisfação que a equipe editorial anuncia o lançamento da 14ª edição da “Revista de História Bilros: História(s), Sociedade(s) e Cultura(s)”. Como afirmado nas edições anteriores, esse periódico é fruto do interesse e do esforço conjunto de discentes da graduação em História e do Mestrado Acadêmico em História (MAHIS) da Universidade Estadual do Ceará (UECE), além de doutorandos/as egressos/as desta mesma instituição pública e que agora se encontram em outros Programas de Pós-Graduação. Chegamos à primeira edição do volume 7, referente ao ano de 2019, composta por 15 textos inéditos de acadêmicos e acadêmicas de Universidades de todo o Brasil. Esta edição é composta por quatorze artigos livres e uma resenha.

Contudo, antes de iniciarmos a apresentação dos trabalhos contidos nessa edição, faz-se necessário uma breve, porém importante, manifestação pública. Em meio aos cortes orçamentários, contingenciamentos e ataques sofridos pela educação e por todas as Universidades Públicas desse país, com MUITO PRAZER lançamos mais uma edição desta “BALBURDIA”, a qual, com muito esforço e dedicação foi construída por pesquisadores e pesquisadoras de diversas áreas. Em um momento onde valorizar a educação e defender as Universidades Públicas virou sinônimo de baderna, nós da equipe editorial da Revista Bilros conclamamos que vocês, que diariamente têm se esforçado para manter viva a chama da pesquisa no Brasil, continuem nesta luta. Travem essa batalha juntamente conosco e diversos outros periódicos e instituições, se dediquem às suas pesquisas, levem elas para as ruas, conversem com as pessoas, participem das organizações em prol de uma educação pública, gratuita e de qualidade. Apenas assim, com a garra que sempre tivemos, conseguiremos mais uma vez enfrentar e derrotar todas as forças que ameaçam o futuro da pesquisa em nosso país e, consequentemente, o futuro de diversas áreas estratégicas. E lembrem: Defender a educação não é crime. Sendo assim, sejam muito bem-vindos e bem-vindas a mais esta edição.

Confira a publicaçãohttp://seer.uece.br/?journal=bilros&page=issue&op=view&path%5B%5D=267