ANTÔNIO CARLOS BELCHIOR E A INSERÇÃO DOS MÚSICOS CEARENSES NA INDÚSTRIA FONOGRÁFICA DA DÉCADA DE 1970

Bruno Rodrigues Costa

Resumo


No Ceará, assim como no resto do Brasil, uma geração de jovens artistas, militantes e boêmios engajaram-se na produção cultural, com participações nos festivais musicais e nos programas de televisão. O destaque no cenário local gerou oportunidades para uma série de cantores e compositores cearenses de inserção na indústria da música. Dentre eles, Antônio Carlos Belchior conseguiu se sobressair, assinou contratos com gravadoras, lançou álbuns e se tornou um dos principais artistas da MPB na década de 1970. Sua trajetória é síntese do processo de inserção dos músicos cearenses no mercado fonográfico desse período, marcado pela reconfiguração do cenário nacional da MPB, no qual novos artistas e novas musicalidades buscavam construir e conquistar espaços. A partir do trabalho com a memória e a oralidade dos que conviveram com Belchior nesse período se torna possível produzir uma narrativa sobre sua trajetória onde se compreenda a relação dos músicos cearenses com a indústria fonográfica do período.

PALAVRAS-CHAVE: Antônio Carlos Belchior, Trajetória, Memória, Indústria fonográfica.

 

ANTÔNIO CARLOS BELCHIOR AND THE INSERTION OF CEARA’S MUSICIANS IN THE PHONOGRAPHIC INDUSTRY OF THE 1970S


ABSTRACT

  

The political context of intensification of repression, with the advent of the military regime, and the effervescence of cultural production, with changes in various artistic expressions, constituted as a rich mosaic for experiences in the 1960s and 1970s . In Ceará, as well as in the rest of Brazil, a generation of young people, artists, bohemians and activists have engaged in cultural production, with participations in music festivals and television programs. The highlights in local scenery created opportunities for a number of Ceará’s singers and composers for insertion in the music industry. Among them, Antonio Carlos Belchior excelled, signed contracts with record labels, released albums and became one of the leading artists of the MPB in the 1970s. His trajectory is a synthesis of the process of insertion of Ceará musicians in phonographic market of that period, marked by reconfiguration of the national scenery of MPB, where new artists and new musicality sought to build and conquer spaces. From the work with memory and orality of those who companied Belchior in this period, it becomes possible to produce a narrative about his trajectory where the relationship of Ceará’s musicians with the phonographic industry of the period is understandable. 

KEYWORDS: Antônio Carlos Belchior, Trajectory, Memory, Phonographic industry.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais



ISSN: 2357-8556



INDEXADORES:

      

 

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.