A REPRESENTAÇÃO DO PATRIMÔNIO NA MEMÓRIA DOS SUJEITOS SOCIAIS.

Alex da Silva Farias

Resumo


A história da cidade serve de meio para tecer uma análise sobre a relação entre as transformações no modo de vida urbano e a criação de um museu em uma cidade do interior e fora dos grandes centros urbanos. Faço uma releitura do conceito de patrimônio histórico e cultural urbano local partindo do conjunto arquitetônico da cidade de Aracati, levantando a questão de como a representação da narrativa da história da cidade foi constituída por sua instituição de preservação da memória local. Investigo a memória dos sujeitos, fundadores do Instituto do Museu Jaguaribano, na manifestação de seus modos de agir, lembrar e esquecer no processo de interpretação de um regime de historicidade. O objetivo é reconhecer como os sujeitos deram razão às ações e posições em relação à dominação e ao passado. Compreendo que as apropriações deram significado as práticas culturais, portanto, desenvolvo uma análise do lugar social. Tais questões compreendem a lógica das práticas dos sujeitos e das instituições na produção de valores e conceitos. A metodologia usada é a análise discursiva da narrativa da história local dialogando com as fontes escritas, produzidas pelo Museu Jaguaribano no período de 1965 a 1985.

PALAVRAS-CHAVE: Representação, Patrimônio, Memória. 

 

REPRESENTATION OF EQUITY IN MEMORY OF SOCIAL SUBJECT.

ABSTRACT 

The city's history is a means to weave an analysis of the relationship between the changes in the urban way of life and the creation of a museum in a city in and outside major urban centers. Do a reinterpretation of the concept of historical and local urban cultural heritage starting from the architectural ensemble of the city of Aracati, raising the question of how the narrative representation of the history of the city consisted of preservation of local memory institution. Investigate the memory of the subject, founders of the Jaguaribano Museum Institute, in the manifestation of his ways, remembering and forgetting in the process of interpretation of a regime of historicity. The goal is to recognize how the subjects vindicated actions and positions on domination and the past. I understand that appropriations provided meaning cultural practices therefore develop an analysis of the social place. Such issues include the logic of the practices of individuals and institutions in production values and concepts. The methodology used is the discursive analysis of the local history narrative dialogue with the written sources, produced by Jaguaribano Museum in the 1965 to 1985 period. 

KEYWORDS: Representation, Heritage, Memory.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais



ISSN: 2357-8556



INDEXADORES:

         

 

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.