UM “GÊNERO MENOR” COMO FONTE HISTÓRICA: ANÁLISE DA SANTIFICAÇÃO DA MULHER NA CRÔNICA DE OLAVO BILAC

Mirella Ribeiro Pinto

Resumo


O presente artigo tem como principal objetivo discutir a importância do uso da crônica como fonte histórica, gênero considerado fruto das páginas dos jornais, que foi sofrendo mudanças ao longo do tempo. Outro ponto a ser analisado no presente texto é sobre a santificação da mulher durante o período da Primeira República, especificamente durante as reformas urbanas e sociais realizadas pelo prefeito Pereira Passos, na cidade do Rio de Janeiro (1902-1906), a partir da análise da crônica de Olavo Bilac publicada na revista “Kosmos” no mês de agosto de 1905. 

PALAVRAS-CHAVE:Crônicas; Santificação da Mulher; Olavo Bilac; Primeira República. 

 

UN "GÉNERO INFERIOR" TAL COMO FUENTE HISTÓRICA: ANÁLISIS DE SANTIFICACIÓN DE LA MUJER EN LA CRÓNICA DE OLAVO BILAC

RESUMEN

Este artículo tiene como objetivo discutir la importancia de utilizar la crónica como fuente histórica, género considerado fruto de las páginas de los periódicos, que ha sufrido cambios con el tiempo. Otro punto a tener en cuenta en este trabajo está en la santificación de las mujeres durante el periodo de la Primera República, específicamente para las reformas urbanas y sociales emprendidas por el alcalde Pereira Passos, en la ciudad de Rio de Janeiro (1902-1906), a partir del análisis de la crónica de Olavo Bilac publicado en la revista “Kosmos” en agosto de 1905.

PALABRAS CLAVE: Crónicas; La santificación de la Mujer; Olavo Bilac; Primera República


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Mirella Ribeiro Pinto

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

ISSN: 2357-8556



INDEXADORES:

   

 

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.