A memória discursiva de Calabar

Washington Mota Menezes

Resumo


O Presente artigo investiga os investimentos autorais de Chico Buarque e Ruy Guerra na obra dramático-musical Calabar - O elogio da traição. Analisamos como se dá o embate polêmico entre os posicionamentos dos autores e a política de silenciamento da Censura durante a ditadura militar no Brasil. Respondendo ao silêncio oficial, os autores driblam as imposições, deslocam os sentidos e constroem novas significações que nos fazem compreender diferentemente a História.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.