A Água em Contextos Culturais no Sertão: referência ambiental na pré-história

Luana Vieira Coelho, Suyanne Rabelo Barreto, Marcélia Marques do Nascimento

Resumo


As condições ambientais de aridez no sertão, desde a pré-história, instigam nas populações humanas modos diversosde viver, de interagir e de significar natureza. Água desde a pré-história tem se apresentado como referencial de deslocamento e de favorecimento ocupacional. Ressalta-se que outras experiências podem ter sido atribuidas a este elemento natural, na pré-história, no entanto devido à limitação do registro material, poucos contextos de inserção sócio-cultural deixaram registros. No presente, podemos observar na Fazenda São Francisco, onde se situa o sítio de arte rupestre homônimo registros de arte rupestre, onde a escolha do local da permanência de homens e/ou mulheres da pré-história pode ter sido decorrente da localização, do mesmo, próximo ao curso d'água. No entorno deste sítio, localiza-se ainda uma capela e uma escultura, onde se desenvolve o culto a São Francisco. Neste contexto, uma fonte d'água, consumida materialmente e ritualizada simbolicamente imprimem novos sentidos a presença da água no sertão.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.