Estética e Migração: o cotidiano na úsica de Jackson do Pandeiro

José Deribaldo dos Santos, Regina Coele Queiroz Fraga

Resumo


O estudo sobre a estética e o cotidiano em Jackson do Pandeiro, parte da pesquisa "A obra de Jackson do Pandeiro: o cotidiano na estética do rei do ritmo". A esposição almeja aclarar os subsidios constitutivos da obra do referido musicista e como tais elementos são influenciados pela vida cotidiana do artista. Verificar significados simbólicos de suas canções e os reflexos destes para os nordestinos migrantes. Apresentar estudo bibliografico e discografico com análise à luz do materialismo historico dialético. Baseando-se principalmente em obras de Heller (2000), Lukács (1982), Moura e Vicente (2001). Consideramos que a história cantada por Jackson do Pandeiro faz continuar viva a memória dos seus contemporaneos mais imediatos e oferecer conteudos para uma análise tanto objetiva quanto subjetiva da realidade. Apresentar e representar a partir do realismo a situação da existência dos migrantes no Brasil que é vivida nas regiões ditas em desenvolvimento.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.