GEOGRAFIA FÍSICA E DISTRIBUIÇÃO ESPACIAL DAS ECONOMIAS FUNDANTES DO RIO GRANDE DO NORTE: SUCROCULTURA E PECUÁRIA ENTRE OS SÉCULOS XVII E XIX

Marco Túlio Mendonça Diniz, Diogo BERNARDINO Santos de Medeiros, George Pereira de Oliveira

Resumo


O território colonial brasileiro teve sua formação alicerçada pela exploração econômica do meio. Percebendo que há uma ligação direta entre as práticas econômicas e as condições físicas do espaço natural, objetivou-se com essa pesquisa compreender e demonstrar a influência dos condicionantes naturais no desenvolvimento das atividades econômicas fundantes do território do estado do Rio Grande do Norte. Neste trabalho deu-se ênfase aos dois primeiros ciclos econômicos que motivaram a ocupação deste território, ou seja, agricultura de cana-de-açúcar e a pecuária bovina. Realizou-se uma intensa revisão da literatura existente acerca das práticas econômicas desenvolvidas nessa Capitania e suas consequências na produção territorial. Logo após se buscou entender os condicionantes naturais da área, especialmente a climatologia do estado. Levando em consideração a relação entre os parâmetros de aptidão climática para cultivo da cana-de-açúcar e os dados climatológicos do estado e do Nordeste, pôde-se correlacionar a influência dos condicionantes naturais a essa prática agrícola. Dessa forma, concluiu-se que a Capitania do Rio Grande apresentava condições naturais insuficientes ao desenvolvimento da sucrocultura em baixo nível técnico, ao contrário das outras capitanias do Nordeste Oriental, sendo esse o motivo principal que ocasionou sua tardia ocupação. Nessas circunstâncias, ocorreu o surgimento de uma outra atividade econômica que se desenvolveu inicialmente subsidiária a essa. A pecuária obteve grande progresso no interior do estado, de clima semiárido, já que essa localidade apresentava uma distância apropriada em relação ao litoral (zona da sucrocultura) e amplas áreas com vegetação esparsa, que propiciavam sua execução extensiva próximo a canais de drenagem.


Palavras-chave


Formação Territorial do Rio Grande do Norte, Cana-de-açúcar, Pecuária, Condicionantes Naturais.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



 

 

 

Revista GeoUECE
ISSN online: 2315-028X

  Locations of visitors to this page

visitas