CONFLITOS TERRITORIAIS ENTRE FAMÍLIAS E MIGRAÇÃO INTERNA NOS SERTÕES DOS INHAMUNS/CE

Cristiane Castro Feitosa Melo

Resumo


Este trabalho analisa a migração interna nos Sertões dos Inhamuns, que foi motivada por conflitos territoriais entre as famílias Monte e Feitosa, no início do século XVII, apesar das adversidades físicas, pois está situada em região semiárida, no Nordeste do Brasil. A implantação das sesmarias, áreas de terras doadas segundo a tradição portuguesa, na sua Colônia da América, estabeleceram reestruturações espaciais, constituindo novos padrões de organização social, econômica e cultural. Nessa área o fluxo populacional se deu mediante dois processos: o de atração e o de deslocamento. A atração populacional é o primeiro processo, dado pelos criadores de gados oriundos da Bahia e Pernambuco, ávidos por mais terras para as fazendas. O segundo processo é o da migração interna, que consistiu no deslocamento populacional da área de influência das famílias, onde partindo das terras do Icó subiram o Rio Jaguaribe e seus afluentes, chegando aos Sertões dos Inhamuns por volta de 1707. Geograficamente, essa é a zona do Estado do Ceará que se estende ao longo do Alto Jaguaribe e seus tributários. Refere-se a uma área cujas famílias estiveram historicamente inter-relacionadas, e os habitantes mantiveram contatos primários e frequentes entre si. A família foi o elemento que deu à sociedade brasileira importância fundamental durante a maior parte de sua história, preenchendo a lacuna criada pela ausência do poder público eficaz; como também foi a maior causadora de desordem, uma vez que insultos ou ofensas a um membro de uma parentela por um membro de outra era motivo para uma confrontação. A metodologia consiste em análise espaço-temporal com revisão de literatura e coleta de dados históricos e geográficos da área. As variáveis utilizadas foram: população, ocupação e uso da terra. Estas variáveis permitem compreender as relações entre sociedade e espaço no seu processo de organização e transformação, no conflito entre as famílias. As análises indicam que, durante a sua ocupação, a migração interna foi motivada pela apropriação da terra e exploração intensiva dos recursos naturais.

 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



 

 

 

Revista GeoUECE
ISSN online: 2315-028X

  Locations of visitors to this page

visitas