ECONOMIA URBANA E ESPAÇOS METROPOLITANOS: MARACANAÚ NO CONTEXTO DA METROPOLIZAÇÃO DE FORTALEZA - CE.

Rafael Brito Gomes, Edilson Alves Pereira Júnior

Resumo


Este trabalho analisa as novas dinâmicas da economia urbana em espaços metropolitanos, tendo como recorte as mudanças que ocorrem no município de Maracanaú, localizado no limite sudoeste da cidade de Fortaleza (CE). Integrado à Região Metropolitana de Fortaleza no mesmo período da instalação do I Distrito Industrial do Ceará, na década de 1970, o que resultou na criação de vários conjuntos habitacionais populares, Maracanaú consolidou-se como um polo industrial do estado, ao mesmo tempo em que se fortaleceu como uma “cidade dormitório”, atendendo as demandas por trabalho barato. Nos últimos dez anos, entretanto, novas dinâmicas passam a coexistir com aquelas anteriormente materializadas, em especial o papel que a economia urbana do comércio e dos serviços desempenha na organização do espaço. Tais fenômenos expressam processos de reestruturação urbana e metropolitana, implicando em novos movimentos e numa reconfiguração das formas urbanas tradicionais. Ao procurar entender a natureza desses fenômenos, objetivamos demonstrar algumas das transformações que atingem a realidade das estruturas urbanas e metropolitanas no Ceará. 

Palavras Chaves: Maracanaú. Economia urbana. Metropolização.


Palavras-chave


Maracanaú, Economia urbana, metropolização.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



 

 

 

Revista GeoUECE
ISSN online: 2315-028X

  Locations of visitors to this page

visitas