ANÁLISE SISTÊMICA DA PAISAGEM E SUA APLICABILIDADE AO ESTUDO DO LITORAL

Otávio Augusto Barra, Francisco Edmar de Sousa Silva, Fábio Perdigão Vasconcelos

Resumo


A Geografia Física teve suas origens como conhecimento científico nos séculos XVIII e XIX, mas foi com a geografia regional de La Blache que esta se concretizou enquanto ramo da ciência geográfica. Atualmente, o conteúdo físico - geográfico abre perspectivas para um conhecimento abrangente do meio ambiente ao propiciar conhecimentos que direcionam nas possibilidades de soluções ou amenizações dos impactos ambientais recorrentes na superfície do globo. Diante disso, este artigo tem por objetivos: apontar os aspectos teórico-metodológicos em Geografia Física tendo como base a abordagem sistêmica da paisagem; pontuar os princípios filosóficos onde nasceram as atuais concepções pertinentes a Geografia Física e demonstrar a aplicabilidade da visão sistêmica, tendo como estudo de caso os aspectos físicos do litoral, especificamente o de Fortaleza, com a construção do Porto do Mucuripe e sua ampliação através da instalação do Terminal Marítimo de Passageiros na Praia Mansa. Metodologicamente foram realizados levantamentos bibliográficos; trabalhos de campo para realização de perfis de praia; pesquisa documental; observação de imagens de satélite e registros fotográficos da paisagem do local. A análise integrada propiciou diagnosticar um elevado processo erosivo no local de instalação do Terminal, manifesto na redução da linha de costa na Praia Mansa e efeitos de degradação na mesma área, ambos gerados pela ocupação antrópica inerente das próprias obras. O ideário sistêmico demonstra também ser uma ferramenta eficaz, pois auxilia na proposição de medidas de controle e mitigação de efeitos ambientais negativos em áreas costeiras.  


Palavras-chave


Geografia Física. Análise Integrada. Zona costeira

Texto completo:

pdf

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



 

 

 

Revista GeoUECE
ISSN online: 2315-028X

  Locations of visitors to this page

visitas