ANÁLISE TEMPORAL DA COBERTURA E USO DA TERRA COMO SUBSÍDIO AO ESTUDO DE DEGRADAÇÃO AMBIENTAL DA SERRA DA MERUOCA – CEARÁ

Dennis Barbosa de Lima

Resumo


Esta pesquisa está centrada no estudo da degradação ambiental da Serra da Meruoca- Ceará, levando em consideração a aplicação dos recursos disponíveis nas tecnologias de sensoriamento remoto e de geoprocessamento. A análise do estado de conservação da cobertura vegetal nos períodos de 1985,2001 e 2013 foi um dos principais indicadores utilizados visando à compreensão do estado atual de degradação da área estudada. Ressalta-se que a cobertura vegetal é de extrema importância e de fundamental relevância na preservação e/ou conservação dos recursos naturais renováveis. O objetivo geral da pesquisa é analisar os níveis de degradação da Serra da Meruoca - Ceará a partir de um estudo temporal da Cobertura e Uso da Terra e do Índice de Vegetação por Diferença Normalizada (NDVI). Para atender os objetivos, realizou-se um estudo comparativo da Cobertura e Uso da terra dos anos de 1985, 2001 e 2013, e análise do Índice de Vegetação dos anos de 1993 e 2013. Inserem-se na área de estudo a limite total dos municípios de Alcântaras e Meruoca e parte dos municípios de Massapé, Sobral, Coreaú e Moraújo, tendo sido realizada uma delimitação bordejando todo o complexo da Serra. Os procedimentos teóricos, metodológicos e operacionais, foram baseados nas técnicas de Sensoriamento Remoto e Geoprocessamento. A importância desse trabalho, parte do princípio de tentativa de mensuração e preservação das áreas remanescentes da Mata Atlântica situadas no ambiente semiárido, as quais foram e ainda são descaracterizadas pelas intensas atividades antrópicas. Com a análise dos mapas gerados no decorrer da pesquisa juntamente com a análise dos gráficos, contastou-se uma redução da vegetação primária, ocorrendo sucessões ecológicas. Verificou-se ainda na área estudada, processo de expansão urbana realizado de forma desordenada, utilização de técnicas agropastoris totalmente inadequadas, mineração clandestina, desmatamentos e a realização de queimadas. Estes problemas geram consequências, uma delas é a diminuição da qualidade ambiental, consequentemente, na qualidade de vida da população local. A ação do homem e as formas de uso e ocupação do espaço ampliaram a degradação da Serra da Meruoca - Ceará. A não utilização de formas mais conservacionistas no uso do solo e cobertura da terra, geraram problemas ambientais praticamente irreversíveis, colocando em risco a dinâmica do ciclo hidrológico, a capacidade produtiva dos solos, a cobertura vegetal, aumento dos processos erosivos, os quais produzem modificações irreversíveis na paisagem.         

 


Palavras-chave


Sensoriamento remoto. Geoprocessamento. Degradação Ambiental. Vegetação. Cobertura e Uso da terra. NDVI.

Texto completo:

pdf

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



 

 

 

Revista GeoUECE
ISSN online: 2315-028X

  Locations of visitors to this page

visitas