O público e o privado e suas consequências para o trabalho em saúde pública: ensaio teórico

Cristina Miyuki Hashizume, Marco Antonio de Oliveira Costa

Resumo


Na vida social pós moderna, em meio às necessidades criadas pelo consumismo, o indivíduo se sensibiliza menos em relação aos interesses coletivos em geral. Nosso interesse é discutir teoricamente a nova ética privatista do usuário dos serviços públicos de saúde, ora se colocando na condição de cidadão, ora de clientes. Pressupomos que a percepção do usuário como cliente segue a princípios individualistas e privatistas, o que o impede de realizar análises mais complexas e críticas sobre o sistema de saúde pública como um todo. A partir de uma análise implicada e comprometida com a ética pública, que valoriza e acredita nas potencialidades do coletivo, defenderemos a formação dos cidadãos através de debates que problematizem suas práticas através de agrupamentos instituintes que rompam com a ordem global e mercadológica de produção de subjetividades. 


Palavras-chave


Influência, Consumismo, Trabalho em saúde, Saúde Pública.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


O público e o privado - Revista do PPG em Sociologia da Universidade Estadual do Ceará - UECE