Relações entre o público e o privado: influências do setor privado na gestão da educação pública. E agora?

Maria Raquel Caetano

Resumo


A lógica gerencial  presente na reforma do Estado e aprofundada até os dias atuais e as estratégias de gestão privada na educação básica no Brasil, viabilizam e aprofundam a reprodução do capital através da educação e seus reflexos na gestão da educação e da escola. Analisaremos neste artigo como vem ocorrendo  a privatização da gestão da educação e da escola pública na proposta de uma parceria entre uma rede de ensino e um instituto privado. Essa forma peculiar de privatização denominou-se endoprivatização que opera através da instalação de uma série de ferramentas de mercado no próprio funcionamento da política pública e da escola.  Iremos apresentar como uma instituição privada vêm  modificando seu foco de atuação,  buscando  atuar nas redes de ensino no Brasil, visando  cumprir as metas do Plano Nacional de Educação com a lógica de um programa privado que altera o conteúdo da educação.Buscamos com esse estudo evidenciar que a lógica de gestão  desse  Instituto, que se coloca como indutor de políticas públicas no pais com uma rede extensa de relações com instituições públicas e privadas,  pode imprimir o modelo da empresa  privada na educação pública trazendo conseqüências profundas para o conteúdo da educação e da escola.

 


Palavras-chave


educação,público, privado, gestão da educação, privatização.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


O público e o privado - Revista do PPG em Sociologia da Universidade Estadual do Ceará - UECE