Mediação de conflitos na escola

Katury Rayane Ramos, Rosemary de Oliveira Almeida, Irene Alves de Paiva

Resumo


A escola pública brasileira sofre processos de adequações em torno da compreensão do que realmente seja o espaço escolar, tanto no que se refere ao contexto pedagógico, quanto aos aspectos relativos às interações sociais. Este artigo chama atenção para os inúmeros casos de conflitos e práticas violentas desenvolvidas no seu interior, como por exemplo, agressões físicas cometidas ora por alunos ora por professores. Este contexto revela desafios e a iminente reflexão sobre a significação da convivialidade no ambiente escolar para seus diferentes sujeitos, bem como para grupos sociais preocupados com a educação, como pesquisadores, educadores, famílias, gestores públicos entre outros. O objetivo é compreender a implantação da mediação de conflitos em escolas públicas estaduais e municipais do Ceará. Orientados pela seguinte problematização: como se constitui a experiência de implementação da mediação de conflitos em escolas públicas do estado do Ceará? A escola municipal do Mar é o campo de análise desta pesquisa. Localizada no bairro Mucuripe da cidade de Fortaleza-CE é da rede municipal de ensino vinculada a Secretaria Municipal de Educação (SME) e do distrito II de educação. A pesquisa é qualitativa com cunho exploratório descritivo, posto que sua principal finalidade identificar como as escolas trabalham a mediação de conflito.


Palavras-chave


Escola pública. Conflitos. Mediação de conflitos.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


O público e o privado - Revista do PPG em Sociologia da Universidade Estadual do Ceará - UECE