O Democárcere: a breve ruptura do silenciamento na prisão

Gustavo Lucas Higa

Resumo


Este artigo analisa a conjuntura exposta em um jornal organizado e escrito por presos da Penitenciária do Estado, em São Paulo na década de 1980. Essa experiência foi na contra mão da tradição de silenciamento, segregação e ausência de visibilidade característica da prisão. Foi uma das poucas vezes que um ator fundamental, até então negligenciado, exerceu, oficialmente, um direito de fala: o preso, que discorreu sobre a prisão, sobre o mundo de fora e sobre si. É essa “voz” que vamos analisar e posicionar em meio a um conflituoso processo de transição democrática.


Palavras-chave


Democárcere; Prisões; Políticas de Humanização

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


O público e o privado - Revista do PPG em Sociologia da Universidade Estadual do Ceará - UECE