Culturas alimentares: identidades, trânsitos e metamorfoses

Kadma Marques Rodrigues, Paula Guerra

Resumo


Neste artigo, procuramos realizar uma análise profunda da comida de um ponto de vista sociológico, mas não só. Para tal, primeiro realizamos separadamente um estado da arte sobre a relação da alimentação com a memória, com o género, com a globalização e com a sociedade do risco da modernidade tardia. Depois, para cruzarmos todas estas variáveis, bem como a questão da comida como eixo da identidade nacional e traço cultural perene, analisamos, primeiro, uma breve génese da gastronomia portuguesa ao longo da história e, em seguida, a análise do mais típico prato gastronómico português: o bacalhau.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


O público e o privado - Revista do PPG em Sociologia da Universidade Estadual do Ceará - UECE