Paixão e Violência: expressão das emoções nas narrativas de torcidas organizadas de futebol

Eric Monné Fraga de Oliveira, Letícia Helena Medeiros Veloso

Resumo


O presente artigo tem como objetivo contribuir para o debate acadêmico em torno da violência das torcidas organizadas de futebol brasileiras contemporâneas através de uma discussão, orientada por uma sociologia das emoções, sobre suas formas de produção de significados e expressão dos afetos. Para realizar essa análise, optou-se por observar as narrativas que as torcidas produzem para atribuir significado às suas práticas e disputar os discursos circulantes a respeito delas no debate público. Essas narrativas, coletadas entre os anos de 2013 e 2018, foram encontradas nos sítios virtuais das torcidas organizadas. Observamos que as torcidas possuem formas próprias de manifestação pública dos sentimentos, que estão ligadas não apenas aos processos sociais de atribuição de significados a suas experiências, mas também às relações sociais que as torcidas estabelecem entre si – majoritariamente marcadas pelo antagonismo mútuo – e com os clubes que representam, e que perpassam a construção de seu sentimento de comunidade.


Palavras-chave


sociologia das emoções; torcidas organizadas; esporte; violência

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


O público e o privado - Revista do PPG em Sociologia da Universidade Estadual do Ceará - UECE