Trajetória de políticas habitacionais em cenários de desigualdade social: o caso de Fortaleza

Andréa Sobreira Cialdini Borges, João Bosco Feitosa dos Santos

Resumo


 O objetivo deste texto é discutir a trajetória da política de habitação de interesse social no Brasil, mapeada em espaço de desigualdade social e cenário de muitas lutas urbanas. Trata-se de estudo bibliográfico e documental, tendo o município de Fortaleza como cenário de desigualdade social na percepção da trajetória de políticas habitacionais. Partimos do pressuposto de que as dificuldades encontradas hoje na ordem da gestão urbana, especificamente no que se refere à moradia estão vinculadas ao modelo de desenvolvimento urbano no país marcado pela ausência de planejamento urbano e pelo favorecimento dos interesses das elites dominantes. O estudo revela a importância da intersetorialidade e da necessária integração das políticas públicas para que as ações atinjam seus objetivos e tenham maior sustentabilidade social. Este é o grande desafio da política pública no Brasil, ou seja, a democratização do poder público e a universalização dos direitos sociais básicos, bem como reduzir as desigualdades socioterritoriais sem perder o vínculo com as particularidades e diversidades locais.

Palavras-chave


política de habitação, desigualdade social, orçamento participativo.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


O público e o privado - Revista do PPG em Sociologia da Universidade Estadual do Ceará - UECE