Carteira de identidade; Não me Canso de Falar; Una lezione di Kamasutra;

Mahmoud Darwish

Resumo


O público e o privado - Nº 15 - Janeiro/Junho - 2010271ICom livros traduzidos para mais de 20 línguas e agraciado com vários prêmiosinternacionais, Mahmoud Darwish é autor da Declaração de Independênciada Palestina, escrita em 1988 e lida por Iasser Arafat ao declarar unilateralmente a criação do Estado Palestino. Darwish ganhou notoriedade nos anos 1960, com seu primeiro livro “Pássaro sem asas”, uma coletânea de poemas que inclui “Carteira de Identidade”. O poema escrito na primeirapessoa, descreve um árabe se identificando aos soldados numa barreira israelita, ao tentar retornar para sua terra.

 

Em Portugal, a editora Campo das Letras publicou, em 2002, o livro “O Jardim Adormecido e Outros Poemas”, com seleção e tradução de Albano Martins. O poema abaixo compõe a coletânea - os poemas foram extraídos dos volumes “La terre nous est étroite et autres poèmes” (antologia organizadapelo poeta e publicada pela Gallimard em 2000, com um prefácio inédito do autor), “Plus rares sont les roses” (Les Éditions de Minuit, 1989) e “Poèmes palestiniens” (Les Éditions du Cerf, 1989).

 

Em 2009, a editora italiana Época publicou o livro Il letto della stranieracom poesias de amor de Mahmoud Darwish com uma faixa vermelha na capa com a frase de José Saramago: IL PIÚ GRANDE POETA DEL MONDO. A poesia Uma lição de Kama Sutra é uma delas.

 

 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


O público e o privado - Revista do PPG em Sociologia da Universidade Estadual do Ceará - UECE